Ações Urbanas

Entrevista com Big Papo Reto

Foto:Divulgação

 

 Morro do Encontro, Rio de Janeiro direto para Paris, França, Europa. Big Papo Reto assim como muitos brasileiros, que saem do Brasil para ganhar a vida no Exterior, resolveu fazer o mesmo usando a rima e o flow para conquistar os antigos conquistadores, acompanhou de perto os distúrbios na periferia da França e nos conta nessa entrevista com humor, consciência e malandragem a vida de um MC da América Latina na Europa

  

Ações Urbanas: Você saiu do Rio de Janeiro para morar na França, por que?  

     

Big Papo Reto: Eu saí do Rio de Janeiro para morar no mundo, pq um belo dia eu acordei e vi que o Morro do Encontro tava pequeno pra mim, fui dar um rolé no Grajaú que também ficou pequeno pra mim, depois de um certo tempo o Rio já não me comportava mais, SP, Curitiba, Floripa e etc...Ou seja, tô descobrindo o Brasil aos poucos e enquanto isso já estou explorando o Mundo. Paris funciona como um eixo pra mim, minhas coisas ficam todas aqui e eu vou viajando para todos os lados e volto para representar aqui também.

  

Ações Urbanas: Sobre os distúrbios que ocorreram nos subúrbios da França no ano passado, algumas autoridades disseram que foi influência do Rap. O que você acha desse episódio?

 

Big Papo Reto: Colocar a culpa no Rap é mole, mas o que eles esquecem é que o lugar que é prejudicado de acordo com novas leis, é o mesmo lugar que o Rap reina bem antes de o Nicolas Sarkozi virar Ministro, bom o Rap se defende da melhor forma e isso incomoda os que não estão de acordo com o que é dito nas letras revoltadas com o sistema.

 

Ações Urbanas: Você acredita que o rap é melhor visto pelos próprios brasileiros quando vem de fora?

 

Big Papo Reto: Acredito, infelizmente têm muitos ignorantes que não sabem o que significa a sigla R A P, temos muita qualidade no cenário nacional, mas tem gente que insiste em dar moral para os internacionais mesmo sem saber o que esta sendo dito, eu curto o som gringo, mas se eu organizasse shows eu não iria investir em um show internacional e sim em vários nacional, começando pelo “Comando Selva”.

 



Escrito por ... uRbaNas.... em às 09h28 AM
[
]


Ações Urbanas: Do tempo que você está aí, como pode avaliar a imagem que o Rap brasileiro tem na Europa?

 

Big Papo Reto: Bom o rap brasileiro aqui é conhecido somente pelo os Brasileiros mesmo, mas o Samba... Sem comentários. Em Portugal só da Gabriel o Pensador

 

Existe lirismo e política em suas músicas. Como  você define o seu som e sua poesia?   

 

Big Papo Reto: Em meus sons tem de tudo, se você escutar cada faixa você passa a me conhecer um pouco mais, só canto aquilo que vivo, minhas experiências que se transformam em poesias.

 

Ações Urbanas: Nos fale um pouco sobre o que é ser negro no Brasil e ser negro na Europa.

 

Big Papo Reto: Ser negro no Brasil é normal pq no Brasil é só mistura, aqui na Europa a parada é diferente, não sofri nenhum tipo de racismo com as autoridades, mas na Alemanha eu fui até deportado para o Brasil, isso faz uns três meses atrás. No Brasil somente com as autoridades, meu chevetti nunca passa batido.

 

Você tem feito shows aí na Europa?

 

Big Papo Reto: Toda quarta-feira em Pigale em uma casa chamada MOLOKO, toda sexta na Favela Chic, todo domingo no Los Mexicanos e viajando sempre para tudo que é lado da Europa e na seqüência produzindo meu cd que é pro ano que vem.

 

 http://www.myspace.com/bigpaporeto



Escrito por ... uRbaNas.... em às 09h27 AM
[ ]


 

Fulano/Fulana é Zé povinho. Sicrano está zépovinhando.

 

Todos os dias ouvimos estas frases:

 

O Zé Povinho é detestado por todos e, dependendo do local e da classe social, ganha diferentes significados. Na definição do Dicionário Aurélio, Zé Povinho é:

 

[De zé-povo + -inho1.]

S.m.

 1.   Homem comum; homem do povo; zé; povão, povinho.

2.                V. ralé

 

O termo é utilizado, entre nós, de maneira negativa. Confira a opinião de algumas pessoas que estão na cena Hip-Hop

 

 

 

Dj Zinco

Zoeira Hip-Hop

     Fofoqueiro, falador, invejoso.

 

Márcia DJ

     É uma pessoa que tem uma opinião ou atitude meia contraria das outras e de certa forma acaba prejudicando as pessoas...Um pessoal fofoqueiro que não tem o que fazer e fica cuidando da vida dos outros e divulgando pra Deus e o mundo!!!



Escrito por ... uRbaNas.... em às 12h41 PM
[ ]


MC MARECHAL

      Pessoas incapazes, frustradas. Pessoas que acreditam não ter outra opção a não ser atrasar ou falar merda... E muitos ainda não conseguem assumir o que fazem... Acho q é por aí.

 

DJ Negrito. Apocalipse 16 

      O quinto elemento do hip hop

 

Tom, MC do grupo Função RHK

      Zé Povim é pra rapa daqui de Itapevi. É uma coisa chata eim...Pensa que é 2 vezes mais! Ataca vários, mas mesmo assim é pouco pro Rap

 

Noise D, MC e colunista do site Bocada da Forte.

      Zé Povinho é um termo, uma gíria, que me faz lembrar do que aqui no sul nós chamamos de "guri". Tem um ditado aqui que diz: "Guri novo, guri bobo". E é mais ou menos isso que eu acho, tá ligado? O Zé Povinho pra mim não passa de um "guri bobo".

 

Rooney Yo Yo, organizador da Batalha Final

      Pessoa de conhecimento restrito, negativa, ignorante.

 

 

Agora é sua vez leitor. O que é Zé Povinho?

 

Deixem seus comentários



Escrito por ... uRbaNas.... em às 12h41 PM
[ ]


Antonia - O filme

 

O filme “Antonia” da cineasta Tata Amaral teve sua primeira exibição na semana passada no Festival Internacional de Cinema, em Toronto (Canadá), o longa da cineasta fala sobre o universo feminino dentro do Hip Hop a partir de quatro meninas negras da periferia de São Paulo, que são interpretadas por Negra Li (Preta), Cindy (Lena), Leilah Moreno (Barbarah) e Quelynah (Mayah).

    O filme já rendeu até agora um clipe do cantor e compositor Hyldon, que faz parte da trilha sonora, uma minissérie na Globo, com previsão para 2007 chamada “Brasilandia” , um contrato com a gravadora Universal que bancou o disco da Mc Cindy e de Leilah, que segundo o produtor do  disco Tchorta Boratto, será Beyonce brasileira.

    A reportagem da Folha de S.Paulo do dia dezessete de julho nos mostra mais ou menos  o que esperar dos discos das duas, comparações com estrelas norte-americanas como Beyonce, Laurin Hill e Macy Gray, a pretensão é alavancar as meninas.

   O assunto, mulher no Hip Hop, é mais que pertinente, mas alguns cuidados devem ser tomados, evitar comparações, evitar imagens estereotipadas do Hip Hop e da mulher, a mídia ajuda mas se o assunto é tratado por pessoas que não estão dentro do movimento pode prejudicar. É esperar.


Escrito por ... uRbaNas.... em às 01h17 PM
[
]


IDENTIDADE

  O que permitimos fazer com o hip hop, com a cultura negra e com nossa identidade?

Se é que ainda temos uma...

Deixamos passar despercebidos trinta minutos de clipes; elementos que se vestem como gringos se auto denominando “do rap”;artistas verdadeiramente com talento,de qualidade,informação e responsabilidade; por meia dúzia que acha que sabe o que  fala,quando apenas usou o auxilio do dicionário para inserir palavras difíceis,na intenção de ser chamado de inteligentes ou intelectuais...

Porra mano ta na hora de acordar!

Ate quando vamos ficar satisfeitos com migalhas que a mídia insiste em nos enfiar por garganta abaixo?

Ate quando vamos deixar que nos vejam como meros negros limitados?

Contestar o que se acha injusto, não é dar uma de chato, mas sim de alguém que não aceita o errado de boca fechada.

Lembro que há alguns anos atrás, andando de calça larga e camiseta do Racionais’mcs,as pessoas me olhavam com um certo desconforto,medo,e até risos (quem já passou por isso sabe do que to falando),mas foi por causa de justamente isso que sempre me mantive forte,criando assim a minha identidade... Por ser mulher, por ser negra e por ser do hip hop.

Sei que parece clichê, mas foi assim que nossa identidade foi se formando...

E sinceramente achamos uma vergonha, ser premiado como melhor clipe de rap e dar todo crédito ao samba... Mas enfim, isso é uma ação muito pessoal e cada um tem que assumir a sua e decidir qual o melhor caminho a seguir, ou melhor, identidade definir...

Se a sua está sendo formada, reflita com seriedade e amor pelo ser humano que é, pelos seres humanos que a sua volta estão, por seres humanos que aqui passaram, que foram brilhantes em sua caminhada, que foram motivo de luta, coragem e resistência, que foram Malcom, Martin, Winnie, Panteras,Zumbi,Carolina de Jesus,Solano Trindade e muitos outros que o mínimo que deveríamos ter, seria gratidão por manterem sua identidade sempre firmada, serem mártir e também nos deixar uma lição que podemos e devemos ser manos e minas melhores tendo uma meta a seguir.



Escrito por ... uRbaNas.... em às 08h12 PM
[
]

 

 Entrevista com Big Papo Reto
 
 
 
 Antonia - O filme
 IDENTIDADE



 02/12/2007 a 08/12/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 Todas



 Arcanjoras
 Bocadaforte
 Café com Bolachas
 Delicatessen
 Entre Instrumentos e Sequenciadores
 Karol de Souza
 Hiphopdefato
 Lume que Vaga
 Palavra e Barulho
 Projeto Grafite com Pipoca
 Toca Disco Público
 Dj Zinco
 Cromossoma
 Clube de Jazz
 4 GAMES 2.0
 Pedro Alexandre Sanches




Para enviar material ou entrar em contato: acoesurbanas@gmail.com