Ações Urbanas

MV Bill no VMB

 

O clipe da música "Lingua de Tamanduá", do rapper MV Bill foi indicado para categoria melhor Clipe do Ano, no VMB da MTV. O clipe tem participação do cantor e compositor Caetano Veloso.

"O Caetano Veloso é um cara que é criticado pra caralho, até eu devo ter alguma coisa pra criticar nele. Mas sempre foi vanguarda e entendeu o rap quando estava começando ainda. Muita gente tem aversão ao rap, acha que o sample é plágio, e ele entendeu que são homenagens, reverências, sacou isso numa boa. Isso pra ele é uma maneira de se inserir no gosto da juventude também" declara MV Bill.


O rapper se diz surpreso com sua indicação para o VMB, já que há pouco espaço para o Hip Hop na programação musical da MTV.


Fonte: Rolling Stones



Escrito por ... uRbaNas.... em às 04h24 PM
[
]


Revista Elementos

Capa da edição de Setembro já está pronta

O Hip Hop ganhou mais um Elemento com o lançamento da revista Elementos, produzida pela equipe do portal de Hip Hop Bocada Forte.

A número zero já está circulando por aí trazendo entrevistas, resenhas, matérias e fotos.De conteúdo a revista reproduz os destaques do site, mas a intenção é incluir matérias feitas especialmente para a revista.

Na primeira edição há uma entrevista com o pai do Hip Hop Afrikaa Bambaataa, e outra com  a mc norte-americana Rah Digga, reportagem sobre a Elimanatórias BC One, o rapper carioca MV Bill na Favela do Vietnã, e etc. Este material já estava disponível no site, mas é muito legal poder sacar a revista e ler no metrô, no busão, etc.

Elementos possui um projeto gráfico impecável, um dos responsáveis por esse projeto, o gaúcho Noise D, concedeu entrevista ao Blog Ações Urbanas, falou do sonho de realizar a revista, da importância de manter a qualidade e a credibilidade.

"Certos veículos de massa têm uma clara preocupação em pesquisa e também procuram os veículos especializados, como o Bocada Forte e a Revista Elementos, antes de realizarem matérias, mas outros sequer demonstram preocupação com isso, publicando verdadeiras aberrações e denotando total ignorância quando o assunto é cultura Hip-Hop, música Rap, Dança de Rua e Graffiti", afirma Noise D

É importante que haja uma articulação e organização de pessoas que estão dentro do esquema e que conheçam a cultura e assim tenham total legitimidade para falar sobre o assunto.

De onde surgiu a idéia de produzir a revista Elementos?

Noise D: Esse é um sonho de longa data. A concretização do Portal Bocada Forte, como um dos maiores e mais conceituados veíulos de comunicação da cultura Hip-Hop no Brasil, nunca fez com que parássemos de buscar "algo mais". Uma "versão" do Portal impressa sempre foi um sonho. Construir uma revista especializada de credibilidade e, principalmente, qualidade, sempre foi um objetivo, mesmo que de longo prazo. Agora ela está aí. É apenas o começo. Estamos lutando duro pra nos estabelecermos, com muito trabalho e dedicação.

A revista é uma versão impressa do site?

Noise D: Ela possui muito das matérias que nós e nossas dezenas de colaboradores, espalhados pelo Brasil e pelo mundo, produzem, mas também incluiremos material inédito nela. Como disse, esse é apenas o começo da caminhada.

A equipe que trabalha na revista, é a mesma que faz o Portal de Hip Hop Bocada Forte? Quem são?

Noise D: Sim, é basicamente a mesma. O Editor chefe da revista, e também do Portal Bocada Forte, é o Gil. Eu fiquei com a parte de Design Gráfico. Desenvolvi o projeto gráfico da revista e também ajudo com o conteúdo. Temos também Adriano Ferreira, que é conhecido pelo trabalho com a marca de street wear Artful, atuando na área de publicidade e distribiuição, bem como o Diko e muitos colaboradores do Bocada Forte, como Dj Cortecertu, que participam ativamente. Além disso, temos fotógrafos colaboradores como Rogério Fernandes e Paola Vianna, que estão sempre nos abastecendo com excelentes imagens.

Como vcs enxergam o tratamento que a mídia ou imprensa tem dado ao Hip Hop e a Cultura de Rua?

Noise D: Ela ainda está tateando bastante, mas está aprendendo. Muitos dos conceitos que pra nós, que trabalhamos com isso, são muito claros e óbvios ainda passam batidos. Certos veículos de massa têm uma clara preocupação em pesquisa e também procuram os veículos especializados, como o Bocada Forte e a Revista Elementos, antes de realizarem matérias, mas outros sequer demonstram preocupação com isso, publicando verdadeiras aberrações e denotando total ignorância quando o assunto é cultura Hip-Hop, música Rap, Dança de Rua e Graffiti.

 Como foi o processo de seleção do material que foi para a Revista?

Noise D: Esse processo é capitaniado pelo Gil, que é o Editor chefe. Ele é a pessoa mais capacitada na análise daquilo que é produzido, em termos de informação e notícia, para ser aproveitado na Revista. No entanto, todos participam dando sua opinião, pois nosso regime de trabalho é, por assim dizer, democrático.

Política e questões sociais serão abordadas na Elementos?

Noise D: Sem dúvida. Toda a linha de informação será abrangida. Nossa idéia é dar vasão, de forma diferenciada, àquilo que normalmente a mídia de massa ignora ou desconhece. Porém, é importante deixar claro que, como temos uma equipe efetiva reduzida, fica complicado cobrirmos todos os acontecimentos, ações e eventos, bem como capturar todas as informações que surgem a cada segundo em nosso meio. Assim, é importante que os produtores culturais, ativistas, militantes, artistas e também todos que queiram colaborar conosco que nos procurem, enviem informações e material.

Como é feita a distribuição da Elementos?

Noise D: No momento ela está sendo realizada por todos nós, mas em especial pelo excelente trabalho de Diko, Gil e Adriano, que abraçaram a missão de espalhar a Revista Elementos pelo quatro cantos do país e também pro exterior, como no Japão.

Como vcs analisam a situação do Hip Hop hoje? No Brasil e na gringa.

Noise D: É complicado resumir todas as impressões e idéias em poucas linhas... Ao meu ver a cultura Hip-Hop no Brasil ainda tem muito, mas muito mesmo, o que crescer e, principalmente, se profissionalizar. Ainda há muita gente amadora atuando e atravancando a sua evolução. Falta de aprofundamento histórico, de visão de negócio. Falta de comprometimento, de seriedade e respeito. Muito se ignora dos verdadeiros limites da cultura Hip-Hop e do que ela pode proporcionar a quem trabalha com ela.

No exterior - em países como Estados Unidos, França, Canadá, Inglaterra, Japão e até mesmo aqui do lado, no Chile - a cultura Hip-Hop já vem madura e bem estabilizada. Com seus "canais de negócio" bem definidos e claros. As pessoas - e as empresas, principalmente - já têm bem claro seus objetivos e os traçam com firmeza, buscando bons negócios, parcerias lucrativas e, ao mesmo tempo, a promoção da cultura de rua.

 



Escrito por ... uRbaNas.... em às 05h48 PM
[
]

 

 MV Bill no VMB
 Revista Elementos



 02/12/2007 a 08/12/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 Todas



 Arcanjoras
 Bocadaforte
 Café com Bolachas
 Delicatessen
 Entre Instrumentos e Sequenciadores
 Karol de Souza
 Hiphopdefato
 Lume que Vaga
 Palavra e Barulho
 Projeto Grafite com Pipoca
 Toca Disco Público
 Dj Zinco
 Cromossoma
 Clube de Jazz
 4 GAMES 2.0
 Pedro Alexandre Sanches




Para enviar material ou entrar em contato: acoesurbanas@gmail.com