Ações Urbanas

Japão - Viela 17

Japão, Viela 17

No Hip Hop há 17 anos, Japão, ou Marcos Vinícios de Morais adquiriu experiência suficiente para ser um dos caras mais respeitados do Rap. Foi o fundador do grupo  Esquadrão Mc’s, e depois junto com Genival Oliveira Gonçalves formaram o grupo GOG, em parceria com Dino Black e DJ Manomix.

Com o grupo Viela 17, fundado em 2000 ainda com os parceiros Dino Black e Manomix, ele lançou dois discos "O Jogo", em 2000 e "O Alheio Chora Seu Dono", em 2005, o cd teve na produção DJ Raffa e participações como a de Mano Brown, Rappin Hood, Helião, Aninha, do Atitude Feminina, entre outros. O álbum foi indicado para o Prêmio Hutúz, em 2005 nas categorias, Melhor Dj de Grupo, Melhor Grupo ou Artista Solo .


Nascido em  Ceilândia, cidade satélite do Distrito Federal, Japão se mantém firme as raízes do Rap do Distrito Federal, que tem como uma das características a crítica política-social. Prestes a lançar seu terceiro disco pelo Viela 17, Japão concedeu uma breve entrevista ao blog Ações Urbanas.

Japão acredita que o Rap hoje está melhor, mas o mercado está saturado. "Rap pra mim particularmente ta melhorando muito a safra da que vim desde 1989, muitos ficaram pelo caminho e muitos sobreviveram até hoje, só que o fator básico pra emplacar não é o sucesso mas o modo de fazer música, o mercado fonográfico ta saturado cheio de grupos e sem investimentos".

 

Quando que sai o próximo disco? Esse já é o terceiro disco do Viela 17, o que mudou do primeiro para o último?
Japão: A mudança veio pelo produtor e pela equipe que trabalha conosco, o Hernandes saiu dando lugar ao Don Gerson , o produtor agora e Duck Jay junto com o Viela, então a sonoridade ta saindo diferente, além do mais tem o Ariel Feitosa como colaborador, Ralph como intrumentista e várias participações.

O cd está previsto para outubro mas já está disponível no http://www.myspace.com/viela17 música nova que virá com um clipe neste mês ainda.

Algumas pessoas disseram que o rap de protesto acabou. O que vc acha disso?
J: O protesto só vem de quem tem responsabilidade social, o protesto jamais acabará e que tem gente que fala demais.


Muitos grupos que lançaram discos, porém nenhum deles emplacaram, fizeram tanto sucesso.  Como vc avalia o Rap hoje?

J: O Rap pra mim particularmente ta melhorando muito a safra da que vim desde 1989, muitos ficaram pelo caminho e muitos sobreviveram até hoje, só que o fator básico pra emplacar não é o sucesso mas o modo de fazer música, o mercado fonográfico ta saturado cheio de grupos e sem investimentos.

Como aconteceu sua perceria com o MV Bill?
J: O bill independente de rapper e ativista social é meu amigo, a nossa amizade não se segura só com o Rap mas com preocupação familiar e convívio dia a dia, daí surgiu nossa parceria.

MV Bill foi muito criticado por ter feito o lançamento do livro  "Falcão - Meninos do Tráfico" na Daslu,
templo do consumismo elitista paulistano, Você apoia a atitude dele?
J: Nunca parei pra pensar em DASLU minha vida ta bem na periferia, mas acho que a atitude do Bill é provada a cada dia que passa, ele e um cara de visão tem uma boa equipe, agora se foi bom pro povo não sei... o povo que a gente refere compra neste lugar? Mas a elite que tira a gente como marginais com certeza, agora imagina ouvir um preto , pobre e articulado falar bem e mostrar o que tem no nosso mundo que eles nunca virão isso é ponto positivo pra gente, pena que no Rap muita gente liga pra o que os outros estão fazendo e perde um tempo gigante pra cuidar da vida.

Fale um pouco do seu Trabalho na Cufa-DF. Como surgiu e como ocorre.
J: A convite de Celso e Bill montei uma base da Cufa no Distrito Federal, só que pela minha carreira artística fico mas na cortina de fumaça porque quase não tenho tempo, mas com certeza coloquei gente de confiança que estão tocando o bonde firme e forte na área de cinema e esporte.

Deixe uma mensagem para os leitores do blog
Japão: não sou pelé mas digo: vamos cuidar de nossas criancinhas, espero que o mundo seje no mínino acolhedor pra quem chega agora e confortável pra quem vive a muito.......

 
Obrigado Japão viela 17

 


 



Escrito por ... uRbaNas.... em às 05h11 PM
[ ]

 

 Japão - Viela 17



 02/12/2007 a 08/12/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 Todas



 Arcanjoras
 Bocadaforte
 Café com Bolachas
 Delicatessen
 Entre Instrumentos e Sequenciadores
 Karol de Souza
 Hiphopdefato
 Lume que Vaga
 Palavra e Barulho
 Projeto Grafite com Pipoca
 Toca Disco Público
 Dj Zinco
 Cromossoma
 Clube de Jazz
 4 GAMES 2.0
 Pedro Alexandre Sanches




Para enviar material ou entrar em contato: acoesurbanas@gmail.com